MACHINE NAME = WEB 2

Inter-ministerial online meeting: national plan for the honey sector and national residue monitoring plan for Angola


03 March 2022
09:00 - 11:00 hrs. Luanda time (GMT+1)
Online
, Angola

Background and objectives

The inter-ministerial online meeting took place on March 3, 2022, focusing on the national plan for the honey sector and the national residue monitoring plan for Angola.

The objective of the inter-ministerial online meeting was to bring together key policy makers from Angolan institutions to facilitate a discussion on the necessity to develop a national plan for the honey sector and a national residue monitoring plan in Angola. It also aimed to strengthen the capacity of national institutions through the exchange of experiences with national, regional and international experts.

Implemented within the framework of the EU-UNCTAD Joint Programme for Angola: Train for Trade II, with funding from the European Union, this meeting was part of the National Green Export Review of Angola (NGER) component. The NGER aims to build the capacity of public and private sector representatives in the analysis of issues related to the development of green value chains, with special attention to export opportunities. Honey was identified as one of Angola’s promising green products during this review.

This inter-ministerial meeting followed a number of previous activities targeting the honey value chain that were organized under the NGER.

Results achieved

The inter-ministerial online meeting was attended by 11 participants, including representatives from government, academia, European Union, UNCTAD and UNESCWA. Gender balance was respected with 40 % of women participation.

The high-level inter-ministerial meeting brought together distinguished authorities and national, regional and international experts. The potential of honey as a green export product was emphasized, as well as the link with biodiversity and the environment. Moreover, ongoing support for honey related technical assistance and capacity building activities in Angola was expressed.

Furthermore, the function and main elements of a national plan for the honey sector and a national residue monitoring plan were explained, as well as the roadmap of the honey value chain in Angola. The experience of Mozambique with the development of its national honey programme was shared. Furthermore, the potential of geographical indications for honey and derived apiculture products was highlighted. Good practices and lessons learnt from the honey sector support work in Huambo province were also shared, including challenges encountered. Finally, an interactive discussion allowed to debate concrete steps towards the goal of developing the above-mentioned national plans.  

Next steps

Suggestions were made for next steps, including a proposal to organize a broad honey sector stakeholders’ workshop to advance on the drafting of the national plans.

In the area of capacity building, the second part of a training of trainers on quality control, traceability and certification in the honey value chain in Angola will take place in Huambo in April 2022 in presential format, if conditions permit. Also, honey extension services will be piloted in 2022. Through this extension services pilot, the newly trained Angolan trainers will share their acquired knowledge with communities of producers in the province of Huambo in Angola.

js

The intervention of the EU Ambassador to Angola, Jeannette Seppen, during the meeting.
A intervenção da Embaixadora da UE em Angola, Jeannette Seppen, durante a reunião.

______

Reunião interministerial on-line: plano nacional para o sector do mel e plano nacional de monitoramento de resíduos em Angola

Antecedentes e objectivos

No dia 3 de março de 2022, aconteceu uma reunião interministerial on-line com foco no plano nacional para o sector do mel e no plano nacional de monitoramento de resíduos em Angola. 

A reunião interministerial on-line teve como objectivo reunir os principais decisores políticos de instituições angolanas a fim de facilitar uma discussão sobre a necessidade do desenvolvimento do plano nacional para o sector do mel e o plano nacional de monitoramento de resíduos em Angola. Também visou a fortalecer a capacitação de instituições nacionais por meio da troca de experiências com especialistas nacionais, regionais e internacionais.

Implementada no âmbito do Programa Conjunto UE-CNUCED para Angola: Train for Trade II, com financiamento da União Europeia, esta reunião se integrou na componente da Revisão Nacional das Exportações Verdes de Angola (RNEV). A RNEV visa a capacitar representantes dos setores público e privado no estudo de questões relativas ao desenvolvimento de cadeias de valor verdes, com uma atenção especial para as oportunidades de exportação. O mel foi identificado como um dos produtos verdes promissores durante esta revisão.

Esta reunião interministerial seguiu diversas atividades anteriores voltadas para a cadeia de valor do mel organizadas no âmbito da RNEV de Angola.

Resultados alcançados

A reunião interministerial on-line foi atendida por 11 participantes, incluindo representantes do governo, da academia, da União Europeia, da CNUCED e da CESAO. O equilíbrio de género foi respeitado com 40 % de participação de mulheres.

A reunião interministerial de alto nível reuniu autoridades distintas e especialistas nacionais, regionais e internacionais. O potencial do mel como produto verde de exportação foi ressaltado, assim como o vínculo com a biodiversidade e o meio ambiente. Também foi expressado o apoio contínuo para atividades de assistência técnica e de capacitação relativas ao mel em Angola.

Além disso, foram explicadas a função e os elementos principais de um plano nacional para o sector do mel e de um plano nacional de monitoramento de resíduos, assim como o quadro de referência da cadeia de valor do mel em Angola. Ademais, a experiência de Moçambique com o desenvolvimento do programa nacional do mel foi compartilhada. Ademais, o potencial das indicações geográficas para o mel e dos produtos apícolas derivados foi destacado. Também foram compartilhadas boas práticas e lições aprendidas do trabalho de apoio ao sector do mel no Huambo inclusive desafios encontrados. Finalmente, uma discussão interativa permitiu debater passos concretos rumo ao objetivo de desenvolver os planos nacionais.

Próximos passos

Sugestões foram feitas para os próximos passos, incluindo uma proposta para organizar um workshop abrangente para os atores do sector do mel a fim de avançar com a redação dos planos nacionais.

Na área da capacitação, a segunda parte da formação de formadores sobre o controlo de qualidade, rastreabilidade e certificação na cadeia de valor do mel em Angola acontecerá no Huambo em abril de 2022 no formato presencial, se as condições o permitirem. Além disso, um projeto piloto de serviços de extensão sobre o mel será conduzido em 2022. Através deste piloto de serviços de extensão, os formadores angolanos recém-formados compartilharão os conhecimentos adquiridos com comunidades de produtores na província do Huambo em Angola.

There is some issue in accessing document path, Please contact to Site Admin

There is some issue in accessing document path, Please contact to Site Admin


Co-organizer(s):
Ministério da Indústria e do Comércio, Ministério de Agricultura e Pescas, Ministério de Cultura, Turismo e Ambiente, Ministério da Economia e Planeamento, Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações
Sponsor / funding:
European Union / União Europeia

languages
Language(s)
English  |   Português  |    

Contact

Johanna Silvander

Programme Manager / Train for Trade II

johanna.silvander@un.org

 

Adelino Muxito 

National Coordinator / Train for Trade II

adelino.muxito@un.org

 

Taciana Evaristo

Programme Assistant / Train for Trade II

taciana.evaristo@un.org

 

Results

​​Workshop participants segregated by gender / Participantes de formação segregados por género

Workshop participants segregated by sector/ Participantes de formação segregados por sector